ONDA NET
Opinião

​Bolsonaro diz que Soleimani

O presidente disse que este ataque não afeta o preço dos combustíveis

06/01/2020 19h02Atualizado há 7 meses
Por: Sidney Silva
75

Em declaração na manhã desta segunda-feira (6), o presidente Jair Bolsonaro disse que o general iraniano Qassem Soleimani, do Irã, morto por um ataque dos Estados Unidos nas imediações do aeroporto de Bagdá, no Iraque, não era general.

Ainda de acordo com Bolsonaro, o ataque não repercutirá de forma tão negativa com a alta no preço dos combustíveis no Brasil. Segundo ele, a tendência é a estabilidade, mesmo com toda tensão entre Oriente Médio e Estados Unidos.

"Graças a Deus, pelo que parece, a questão lá dos Estados Unidos e Iraque, do general lá que não é general e perdeu a vida [Soleimani], não houve...”, adiantou o presidente.

“O impacto não foi grande [no preço dos combustíveis]. Foi 5% passou para 3,5%. Não sei quanto está hoje a diferença em relação ao dia do ataque. Mas a tendência é estabilizar", completou na saída do Palácio da Alvorada.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.