Quarta, 25 de Maio de 2022
22°

Poucas nuvens

Santa Luzia - PB

Brasil Inauguração na PB

Bolsonaro entrega obra, critica governador e diz que aumento de preços no Brasil é culpa da guerra

Compromissos oficiais do presidente no estado são a entrega da obra Vertente Litorânea, em Itatuba, e inauguração de uma UBS em Gurinhém.

05/05/2022 às 20h34
Por: Sidney Silva Fonte: Jornal da Paraíba
Compartilhe:
Bolsonaro entrega obra, critica governador e diz que aumento de preços no Brasil é culpa da guerra

O presidente Jair Bolsonaro visitou a Paraíba, nesta quinta-feira (5), para cumprir compromissos de agenda: participar da solenidade de entrega de parte da obra Vertente Litorânea, em Itatuba, e da inauguração da Unidade Básica de Saúde (UBS) Dr. Severino Elias de Paiva Araújo, em Gurinhém. Ainda na passagem pelo estado, Bolsonaro criticou a gestão do governador João Azevêdo durante a pandemia e disse que os aumentos de preços em alimentos e produtos no Brasil são causados pela guerra na Ucrânia, sendo um problema é mundial.

As obras que foram entregues no fim da manhã desta quinta foram executadas em parceria com o governo da Paraíba e receberão as águas do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco.

Orçada em R$ 1,418 bilhão, a obra da Vertente Litorânea tem 130,63 quilômetros de extensão e deve beneficiar 680 mil pessoas em 39 cidades paraibanas, especialmente do Agreste. Os recursos são provenientes do governo federal (R$ 1,27 bilhão) e de contrapartida estadual.

Já o Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco tem 217 quilômetros de extensão, está em funcionamento desde 2017 e abastece 1,4 milhão de pessoas em 46 cidades de Pernambuco e da Paraíba.

 

“Entendemos que, pra vocês, isso realmente traz aquilo traz aquilo que se assemelha a uma liberdade. Ninguém precisa ficar dependendo de quem quer que seja para ter água na sua casa”, declarou.

Enquanto discursava na entrega de parte da Vertente Litorânea, Bolsonaro fez um defendeu a gestão dele à frente da pandemia e criticou governadores que decretaram um isolamento social mais rígido para evitar a propagação da Covid-19.

“A política do fica em casa foi a pior possível, fez com que muita gente perdesse o emprego. O maior erro, quase crime cometido, foi obrigação de vocês ficarem em casa. Eu não fechei uma só casa de comércio no Brasil. Sempre disse que deveríamos combater o vírus e o desemprego. Quando governadores, como o daqui, obrigou as pessoas a ficarem em casa, tirou o ganha pão de praticamente de todos vocês”, disse o presidente.

Também durante o discurso, o presidente atribuiu o problema do aumento de preços – dos alimentos e outros produtos no país – à guerra na Ucrânia e disse que essa é uma questão global.

Portaria do programa Cuida Mais Brasil é assinada em Gurinhém

 
De Itatuba, Bolsonaro partiu para o município de Gurinhém, onde inaugurou a Unidade Básica de Saúde (UBS) Dr. Severino Elias de Paiva Araújo. Ele manteve quase todo o discurso feito no outro município.
 
No mesmo evento, o ministro da saúde Marcelo Queiroga assinou a portaria que institui o programa Cuida Mais Brasil para 2022, que tem a finalidade de aprimorar ações assistenciais na rede de atenção à saúde, com atuação voltada especialmente para mulheres e rede materno infantil.
 
“Não podemos aceitar mais nossas gestantes morrendo de pressão alta, sangramento e infecção”, disse o ministro.
 
Conforme Queiroga, há previsão de aproximadamente R$ 1,5 bilhão de recursos alocados para o programa. Entre as ações previstas, estão a contratação de ginecologistas e pediatras.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Santa Luzia - PB Atualizado às 22h16 - Fonte: ClimaTempo
22°
Poucas nuvens

Mín. 20° Máx. 31°

Qui 32°C 20°C
Sex 33°C 19°C
Sáb 31°C 21°C
Dom 31°C 20°C
Seg 32°C 19°C
Ele1 - Criar site de notícias