Segunda, 18 de Outubro de 2021
24°

Poucas nuvens

Santa Luzia - PB

Brasil Novo limite

PiX noturno terá limite a partir desta segunda (4)

As regras para aumentar a segurança dos serviços de pagamento vêm após o crescimento de roubos de celular e de sequestros-relâmpago.

04/10/2021 às 09h03
Por: Redação
Compartilhe:
PiX noturno terá limite a partir desta segunda (4)

O limite de R$ 1 mil nas transferências entre 20h e 6h realizadas por meio do Pix entra em vigor a partir desta segunda-feira (4). A medida é a primeira a começar a valer de um pacote de ações aprovadas pelo BC (Banco Central) para a prevenção de fraudes na prestação de serviços de pagamento. As demais mudanças passam a vigorar em 16 de novembro.

O limite de transferências noturnas poderá ser alterado a pedido do cliente, formalizado nos canais de atendimento eletrônicos, porém a instituição deverá estabelecer prazo mínimo de 24 horas para a efetivação do aumento.

As regras para aumentar a segurança dos serviços de pagamento vêm após o crescimento de roubos de celular e de sequestros-relâmpago.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, entre janeiro e julho deste ano, foi registrada alta de 39,1% nas ocorrências.

Outras medidas

A partir de 16 de novembro, as instituições financeiras poderão bloquear preventivamente, em casos de suspeita de fraude, os recursos recebidos em conta de usuário pessoa física, por até 72 horas. Elas deverão também passar a elaborar relatórios mensais com a compilação dos registros diários de ocorrências de fraudes ou de tentativas.

Para o Procon-SP, as mudanças representam um avanço, mas ainda são insuficientes para inibir a prática de crimes. "Essa iniciativa ajuda a minimizar os golpes aplicados, mas não resolve questões como sequestro-relâmpago ou latrocínio", afirma Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP, que deverá se reunir nesta terça-feira (5) com representantes do Banco Central para defender outras ações.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias