Terça, 13 de Abril de 2021
83 9.93126892
Cidades Coluna

Por quem você se apaixonaria?

Nova coluna de Ronaldo Magella

04/04/2021 18h55
145
Por: Ronaldo Magella
Por quem você se apaixonaria?

Por quem você se apaixonaria?

Ronaldo Magella

 

 Essa semana uma amiga me perguntou, Ronaldo, por quem você se apaixonaria?

 

 Estranhei a pergunta, mas gostei do desafio, num mundo onde as pessoas parecem cópias umas das outras é cada vez mais difícil achar alguém que nos chame a atenção.

 

 Confesso, e acredito, que a paixão não é algo exato, não é como fazer um pedido e receber igualzinho o que foi solicitado, a vida nos prega peça, rir das nossas certezas e nos impõe a experiência de conviver com oposto só para provar a nossa paciência, ou nos provar a não ser tão exisgentes.

 

 Mas diria que poderá me apaixonar por alguém simples, as rosas são simples, a chuva é simples, o pôr do sol é simples, não que a pessoa não tenha vaidade, pois até pra dormir a gente procura uma posição, mas gosto de gente simples que come feijão e come pizza com a mesma fome, que dorme no chão ou numa cama com o mesmo sonho, viver é ter experiências simples ou sofisticadas.

Uma pessoa leve, engraçada. Outro dia  outra amiga me disse que o marido reclamava de tudo e pra evitar brigas com o tempo ela deixou de se amar, passou a não arrumar mais, a não querer sair da casa para evitar tensões e cobranças, o resultado, o fim do casamento, depois de muito desgaste e sequelas psicológicas.

Relação é harmonia, paz, equilíbrio, não é uma disputa de poder, por espaço, as pessoas são livres e elas decidem ficar ou não, e mesmo que dizem sim, pra ficar, elas não perdem a sua identidade, a sua liberdade, relação nenhuma te dar poder sobre o outro, nenhuma relação tóxica sobrevive, ela pode continuar, se arrastar, mas nunca será confortável.

 

 Me apaixonaria por uma pessoa sincera, verdadeira, honesta e cativante, gosto de gente que tem vontade de ir, de existir, gente que aproveita cada oportunidade, seja um momento em casa, sejam uma aventura, gente que sabe o real valor das experiências da vida e entende que tudo que vivemos nos deixa lembranças e saudades, e que viver se aprende vivendo.

Gosto de cozinhar, gosto de viver, de viajar, mas gosto de ficar em casa, ver um filme, uma série, mas gosto de jogar conversa fora, me apaixonaria pela conteúdo, pela essência, é bom ter alguém do seu lado com quem você possa falar sobre tudo, que a conversa seja fluente, gostosa e nunca cansativa

Não sei ainda vou me apaixonar, mas amiga, aqui te respondo, repito, num mundo em que as pessoas vivem promovendo a si mesmas pelas redes sociais, parece que todo mundo é igual, faz a mesma coisa, vive os mesmos momentos.

Outro dia fizemos uma trilha, um grupo de pessoas, no percurso alguém disse quero uma foto assim, queria ela apenas imitar outra pessoas, ser mais uma no meio da multidão, mais do mesmo, cópia da cópia.

O que nos torna interessantes é a nossa unicidade, o poder de sermos únicos com os nossos gostos e preferências, o que fará com que alguém nos enxergue e tenha vontade de estar ao nosso lado, gostaria de alguém assim, interessante, diferente dos iguais.

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ronaldo Magella
Sobre Ronaldo Magella
Sobre café, livros, filmes e outras coisas pequenas.
Ele1 - Criar site de notícias