ONDA NET
Cartilha Eleitoral

Polícia Militar lança cartilha com orientações para a eleição 2020

O exemplar contém 18 páginas com orientações durante o pleito Eleitoral

11/10/2020 13h03
Por: Sidney Silva
116

A Polícia Militar da Paraíba, com o objetivo de orientar o trabalho dos policiais nas eleições municipais deste ano, lançou ontem uma cartilha com os principais procedimentos operacionais que a instituição deverá adotar como parte da estratégia de promover a segurança no pleito.

O exemplar contém 18 páginas e traz, também, recomendações sanitárias por causa da pandemia do novo coronavírus.

Entre os principais pontos orientados pela cartilha estão a guarda e escolta das urnas, o policiamento nos locais de votação e o atendimento de ocorrências eleitorais.

Em todas as Zonas Eleitorais, a Polícia Militar colocará um militar de ligação, que será profissional responsável por facilitar o cumprimento das demandas da Justiça Eleitoral.

O material ficará disponível para download no site da corporação (www.pm.pb.gov.br) e contém recomendações acerca das ações que devem ser tomadas diante das principais condutas proibidas nas eleições deste ano.

A cartilha relaciona pelo menos treze crimes eleitorais, deixando claro que o policial deve se manter atento para coibir tais práticas, a exemplo de propaganda irregular, boca de urna e derrame de “santinhos” com propaganda de candidatos na porta dos locais de votação, que acontece geralmente na noite anterior ao pleito.

Conforme foi repassado para os órgãos de comunicação, a quantidade de policiais e viaturas que farão parte do Plano de Segurança para as eleições 2020 está sendo definida, de acordo com um mapeamento que o Estado-Maior Estratégico (EME) da corporação vem realizando.

Até o momento está descartado o envio de tropas federais para cidades como Campina Grande, onde as disputas eleitorais costumam ser acirradas.

Tanto a Secretaria de Segurança e Defesa Social como o Comando da Polícia Militar trabalham de forma articulada com as autoridades da Justiça Eleitoral para o disciplinamento das ações e dos procedimentos, mas a expectativa no alto “staff” é a de que não haja registro de episódios mais graves que atentem contra a ordem pública.

As autoridades prometem ser eficazes, igualmente, no respeito ao cumprimento das medidas de distanciamento social, estabelecidas no cronograma da prevenção ao coronavírus.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.