ONDA NET
Brasil

Em primeiro evento público após se recuperar da Covid-19, Bolsonaro fica sem máscara em aglomeração no Piauí

Após descer do avião presidencial, ainda na área externa do terminal, Bolsonaro montou em um cavalo em meio a uma aglomeração de apoiadores e tirou a máscara que usava no rosto.

30/07/2020 19h22Atualizado há 2 semanas
Por: Ronaldo Magella
56

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participou de seu primeiro evento público após se recuperar da Covid-19, no Piauí, nesta quinta-feira (30). 

De acordo com o G1, Bolsonaro foi recebido no Aeroporto São Raimundo Nonato, a 523 km de Teresina, para participar de cerimônia em cidade próxima da Bahia. Ele voltou ao Piauí para visitar o Parque Nacional da Serra da Capivara. 

Após descer do avião presidencial, ainda na área externa do terminal, Bolsonaro montou em um cavalo em meio a uma aglomeração de apoiadores e tirou a máscara que usava no rosto. Assista no vídeo acima.

Ainda montado no cavalo, Bolsonaro tirou o chapéu e agradeceu a presença das pessoas. Em seguida, tocou na mão de apoiadores. Ele pegou, ainda, um microfone que foi estendido a ele e falou com a multidão.

Conforme decreto do governo do estado do Piauí, válido desde 13 de julho, é obrigatório o uso de máscaras em todo o território piauiense. A desobediência está sujeita a multa que varia de R$ 500 a R$ 1 mil – em caso de reincidência – para pessoa física.

Primeiro evento público após se recuperar da Covid-19

Este é o primeiro dia de eventos públicos com a participação do presidente desde 7 de julho, depois de se recuperar da Covid-19. No dia 22, um teste indicou que o presidente ainda estava com coronavírus.

Em 23 de julho, Bolsonaro passeou de moto e, sem máscara, conversou com garis que faziam a limpeza da área externa do Palácio do Alvorada. No último dia 25, o presidente informou que um novo teste para Covid-19 tinha dado negativo.

Em Campo Alegre de Lourdes, o governo federal inaugurou o sistema de abastecimento de água e estima que 40 mil pessoas serão beneficiadas com a obra. A cidade fica na região que integra o "polígono da seca", que abrange todos os estados do Nordeste, exceto o Maranhão, além de incluir Minas Gerais.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.