ONDA NET
Desinstalado

Hospital de Campanha do Metropolitano será desinstalado

O governador João Azevêdo (Cidadania) já havia falado sobre a possibilidade de desativação da unidade de saúde, no último dia 22 de julho. A decisão, no entanto, dependeria da evolução da pandemia na Paraíba e da taca de ocupação no hospital.

30/07/2020 11h05
Por: Sidney Silva
Fonte: Jornal da Paraiba
110

O Hospital Solidário, ou Hospital de Campanha, montado no estacionamento do Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita, na Grande João Pessoa, será desativado na próxima segunda-feira (3). De acordo com o secretário de estado da saúde, Geraldo Medeiros, à TV Cabo Branco, os 29 pacientes que estão atualmente internados na unidade serão transferidos para o Hospital Metropolitano.

A unidade, que teve sua construção iniciada no dia 1º de abril e entregue no dia 20 de abril, possui 130 leitos exclusivos para o atendimento de pessoas com o novo coronavírus. Os equipamentos do Hospital Solidário serão levados para os hospitais localizados no interior da Paraíba, que tem avançado no número de casos.

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 46%, até esta quarta-feira (29). Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 51%. Já as enfermarias na Grande João Pessoa estão apenas 29% ocupadas. No Sertão do estado está em 49% (UTI) e 52% (enfermaria).

O governador João Azevêdo (Cidadania) já havia falado sobre a possibilidade de desativação da unidade de saúde, no último dia 22 de julho. A decisão, no entanto, dependeria da evolução da pandemia na Paraíba e da taca de ocupação no hospital.

Estrutura

O secretário Geraldo Medeiros explicou que, para manter esta estrutura, o governo estadual desembolsa um valor para aluguel mensal que, atualmente, já não faz mais sentido, tendo em visto que há leitos disponíveis em outras unidades.

Para manter o funcionamento da unidade nestes três meses último meses, o Governo do Estado investiu R$ 17,1 milhões destinados à aquisição de equipamentos e insumos, pagamento do funcionalismo e locação de estrutura.

“O Hospital Santa Paula está funcionando com pacientes em UTI e dispõe de 150 leitos, sendo 130 de enfermaria e 20 de UTI. Não haverá instabilidade ou insegurança”, assegurou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.